Noticias

Jovem é bombardeada de mensagens após ter contato divulgado em site erótico

Quarta-Feira, 16/05/2018, 11:44:12 - Atualizado em 16/05/2018, 12:02:40 ,

Tamanho da fonte: A- A+
Mixto-MT afirma que Remo ofereceu R$ 600 mil (Foto: Reprodução/Mixtonet.com)

Com a possibilidade de ter acesso à internet com mais facilidade, muitas pessoas acabam usando os recursos da rede para o “mal”. A enfermeira Barbara Brioso Reale, 28 anos, precisou lidar com o problema no início da semana.

A jovem teve seu número de celular divulgado em um site de anúncios e classificados eróticos do Brasil. O app de comunicação instantâneas utilizado por Barbara recebeu dezenas de mensagens. “Eu estava em casa descansando quando meu telefone tocou. Meio sonolenta atendi e na outra linha era um rapaz perguntando quando eu estava disponível para sair com ele. Sem entender nada, me assustei e desliguei o telefone”, contou.

“As pessoas falavam que tinham visto ‘meu anúncio’ em um site de acompanhantes. Eu dei um pulo da cama e mostrei para o meu noivo”, disse.

A primeira providência que a enfermeira tomou foi tirar o anúncio do ar, porém isso ocorreu quase 24 horas depois.  “Só conseguimos resposta do site de madrugada, e durante esse tempo era gente de todo o tipo, homem, mulher, casado, solteiro, velho, novo. Eu ia dizendo para cada um que era um engano e que alguém tinha colocado meu número no site por engano ou maldade”, explicou.

Em seguida ela registou um Boletim de Ocorrência para que o caso seja investigado. Ela usou suas redes sociais para contar o que ocorreu. “Eu sei como é a justiça nesse Brasil né? Zero. Mas, fiz o BO porquê sabia que era o certo, espero que o meu caso não caia no esquecimento”, analisou.

Barbara suspeita da pessoa que teria feito o post, mas aguarda as investigações. “Nunca nem pensei que alguém poderia fazer isso com alguém”, finalizou.

Em caso de crimes dessa natureza é sempre necessário registrar Boletim de Ocorrência. Em Belém, a Delegacia de Crimes Virtuais fica localizada na Travessa Coronel Luíz Bentes, no bairro do Telégrafo.

(DOL)