Noticias

Professor de artes estupra aluno de 9 anos porque 'estava triste'

Quinta-Feira, 06/12/2018, 18:43:19 - Atualizado em 06/12/2018, 18:43:19 ,

Tamanho da fonte: A- A+
Mixto-MT afirma que Remo ofereceu R$ 600 mil (Foto: Reprodução/Mixtonet.com)

Um homem de 28 anos foi preso na noite dessa quarta-feira (6) acusado de te estuprado um garoto de apenas 9 anos. Segundo a Polícia Militar, o suspeito dava aula de artes para a vítima na escola Vila Fazendinha, na Região Centro Sul de Belo Horizonte.

O boletim de ocorrência diz que o monitor usou entorpecentes – sem especificar qual, e foi à escola. Ele disse que cometeu o crime porque estava triste com o término de seu último relacionamento, que ocorreu na sexta-feira (30).

O agressor contou à polícia que, ao fim da aula, ele segurou a criança pela mão e perguntou “se ele era homossexual”. Após, trancou a porta da sala e cometeu o estupro.

As autoridades foram acionadas logo após o crime e a família do monitor foi procurada, mas não encontraram o homem. Com medo das represálias da lei e de populares, o suspeito passou alguns dias dormindo na rua.

Ainda de acordo com o BO, o homem foi até a casa do ex-namorado pedir abrigo, dias após o crime, e contou que estava sendo perseguido porque perguntou a um aluno se ele era homossexual. Foi aonde ele ficou até o dia de sua captura, na quarta-feira (6).

O namorado não sabia das acusações.

As autoridades acompanham o caso e o menino e sua família já estão recebendo os apoios necessários.

As primeiras informações que chegaram à polícia era de que o suspeito era professor da escola. Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Educação (Smed) disse que ele era monitor contratado por um programa específico.

(Com informações de Estado de Minas)